Santiago: Comprando vinhos chilenos

por Thiago Luiz

23 de novembro, 2015

Santiago: Comprando vinhos chilenos

Que os vinhos chilenos são famosos em todo o mundo já não é segredo para ninguém. Porém, saber comprar vinho em Santiago é outro detalhe. Longe de mim explicar por aqui os tipos de uva e qual melhor acompanhamento para degustá-los, mas sim te dizer onde comprar por melhores preços. Quando fui para Santiago pela primeira vez, fiz o tour na famosa Concha y Toro. Conhecer uma das maiores e mais famosas vinícolas do mundo é um must see na capital chilena, pois não há empecilhos para visitar: além de ter um site super prático onde é possível agendar os horários de visita, também fica localizada na região metropolitana de Santiago com acesso muito próximo do metrô. Por mais que conhecer a vinícola tenha seu charme, comprar vinhos diretos da fonte nem muitas vezes é mais barato.

@Concha Y Toro  Antes de pensar em visitar, é necessário agendar um horário diretamente no site, que hoje já existe versão em português. Quando eu fui, abril de 2012, só havia como opções de tour em espanhol e em inglês, porém hoje já há em português!! Existem dois tipos de tour: o tradicional e o aprimorado “Marquês de Casa Concha”. Optei pelo Tradicional (19 USD). Para chegar lá, tomei o metrô da linha 4 em direção à Plaza de Puente Alto, descendo na última estação: a própria Plaza de Puente Alto. De lá, o melhor a se fazer é tomar um táxi que te deixa no local em menos de 5 minutos. O trajeto todo deve demorar pouco mais de uma hora, dependendo de onde você tome o metrô. O tour começa com uma caminhada pela vinícola, passando na frente da antiga casa do proprietário e sua família. Paramos em um parreiral (lógico que não era o verdadeiro para colheita) onde era possível tirar as uvas do pé e experimentá-las. Fomos levados então a conhecer a história do famoso vinho Casillero del Diabo e entramos no porão onde toda a lenda do Diabo começou! Para finalizar o tour, fomos presenteados com taças de vinho e uma degustação. Ao final, passamos numa loja que vende variados tipos de souvenires e, obviamente, toda a linha de vinhos! Porém, não comprei nem um vinho sequer, pois pensei: mesmo estando na fábrica do vinho, o valor deve estar mais caro que em um supermercado popular. E estava certo! Não lembro quando estava o vinho na própria vinícola, mas estava mais caro quando comprei nessa mesma viagem em um supermercado. E foi tão mais econômico, que foi uma das coisas que nunca mais esqueci dessa viagem e falava pra todo mundo: “Compre vinho no supermercado!”. Claro que comprar o vinho na Concha y Toro tem seus mimos, como embalagem especial, ideal para presentear alguém!

472281_3047886635556_1733435919_o
Na entrada da vinícola.
471149_3047893195720_2018161321_o
Onde a lenda do Casillero del Diabo começou!
461085_3047891715683_1560218274_o
Parreiral!
456310_3047892475702_1358729219_o
Degustação de vinho branco! A taça é minha! 
540202_3032654094752_2056639704_n
Início do tour delícia!

@Líder Express Então, me restou entrar em um supermercado e correr atrás do melhor preço. Nessa minha última viagem à Santiago, fui ao supermercado Líder Express, marca da rede Wallmart no país. Abaixo vocês podem verificar a nota fiscal o valor pago para cada vinho, mas vou aqui destacar o preço pago por um Reserva do Casillero del Diabo que me custou 3.890 mil pesos chilenos, algo como 27 reais na cotação do dia. Aqui no Brasil, o mesmo vinho está custando algo como 47 reais. Então, vale a pena sim! Perceba que também comprei um vinho simples, MAS CHILENO (rs) por míseros 1.790 CHP, que em reais custou 12 reais!!

2015-10-04 22.42.20
Que barato, não?
2015-10-01 10.59.46
Eu que trouxe!

Quantas garrafas podemos trazer para o Brasil? Na verdade não há um limite no número de garrafas, mas sim no volume. O máximo permitido pela Receita Federal são de 12 litros de bebida alcoólica, que em vinho serão 16 garrafas de 750ml cada.



Comente aqui

Thiago Luiz

Thiago Luiz, 30 anos, servidor público na área de engenharia. Um apaixonado por cidades que ainda não esteve e pelas pessoas que ainda não conheceu!

Mundo Desbravo nas Redes

Facebook

Instagram

Direitos do Autor

Todo o blog MUNDO DESBRAVO está protegido por direitos de autor, exceto quando se indique expressamente o contrário.