Orlando: a cidade mágica

por Thiago Luiz

20 de maio, 2016

Orlando: a cidade mágica

Já não era minha primeira vez no EUA, pois em janeiro de 2014 embarquei com minha família para conhecer a Disney, e de tabela, Orlando e Miami. “Mas Thiago, Disney não é em Orlando?” Sim e Não. Geograficamente e teoricamente, sim. Mas se você perguntar para algúem dentro da Disney, a pessoa vai olhar com você com uma olhar mortífero e te dirá: Disney está na Disney. Disney é um país a parte, um mundo a parte. Mas enganada está a funcionária que me matou só no olhar lá em 2014: nessa viagem recente, na páscoa, percebi que Orlando é mágica, pois em cada detalhe te fascina e te faz sentir pelo menos algum momento da sua viagem uma criança. Admito que quando surgiu a ideia de conhecer a Disney com minh família em 2014, eu pensei: ¨Nossa, que desperdício de dinheiro ir pra Disney, pois existe tanta coisa mais bacana nesse mundo¨. Porém, erro meu. Quando você vai e conhece, já fica imaginando quando vais voltar. Nesta minha segunda vez na terra do Mickey foi diferente. Não tinha família e nem o ritmo mais desacelerado como é quando se tem crianças. Fui por minha conta ao encontro da Karine, minha melhor parceira pra toda hora que estava viajando com suas primas. Então, com carro alugado, desbravamos Orlando e Miami ao nosso modo.

A viagem começou com a compra da passagem. Primeiro, gostaria de frisar que viajei num feriado mundial - a páscoa - e fui de Azul, uma das melhores companhias áreas brasileiras (pelo atendimento e configuração de aeronaves) e com voo direto do Brasil até Orlando. O preço total da viagem aérea foi de R$1696,46 com taxas incluídas. Levando em consideração que a ida foi chegando em Orlando e a volta por Fort Lauderdale e o dólar beirando os 4 reais, foi uma boa compra, né? Porém, não curti muito o voo, pois achei muito apertado o espaço entre as poltrona e entre as fileiras. A configuração do avião A330 era 2x4x2. Claro que o avião é lindo internamente, com jogo de luzes para cada etapa do voo (facilitando a hora do sono, como também o Jet Lag), as comissárias eram super educadas e solícitas e o sistema de entretenimento super bom, com séries e filmes atuais. Porém o que me pegou mesmo foi o espaço de poltronas e por ser apertado. Se eu voltaria a voar de Azul pra fora? Só em promoções mesmo. Enfim, estar em Orlando é estar em um destino totalmente destinto, pois a cidade encorporou a ideia da magia em torno da Disney. Por mais que seja uma das capitais mundiais, ela apresenta um vibe totalmente destinta de Miami. Orlando é mágico em todas as atrações e em todos os cantinhos. As vezes, onde há compras, há magia, não?

DIA 01

Chegando ao aeroporto, já em Orlando, esperei até a Karine e suas primas, Júlia, Luísa e Fernanda me buscarem. Elas já estavam há 2 dias em Orlando e tinham tirado o dia para as compras. Fomos para o hotel, deixei minhas malas, tomei banho enquanto arrumavam as malas com o primeiro dia de compra. Já era próximo das 21h, quando fomos em direção aos Boardwalking, complexo com restaurantes e afins dentro de um hotel, similar a Disney Springs, porém com um tamanho super mais reduzido, sendo um calçadão de aproximado 400 metros. A área contorna um lago, dando mais charme ao local. Me lembrou muito um versão bem reduzida do EPCOT. A sinalização para entrar, não é das melhores. Basicamente você entra no estacionamento do hotel, porém na área reservada para visitantes. É necessário apresentar um documento com foto para entrar no estacionamento, onde após estacionar o carro, você caminha até a entrada do hotel/complexo. Descendo as escadas, o complexo conta com restaurantes, pizzaria e um restro-bar da ESPN no canto direito. E foi lá que jantamos um hambúrguer enorme com batatas fritas. Minha conta deu 30 dólares. O que mais vale no lugar é o ambiente, ainda mais se esta passando jogo de basquete, o que foi o nosso caso. Então, os americanos vibravam e torciam pelo seus times enquanto tomavam uma boa cerveja. O espaço tem uma área de bar e mesas para comer sua comida confortavelmente. Achei o atendimento exemplar. Se eu voltaria? Não, pois acho que Orlando tem coisas mais bacanas para mostrar. Na minha opinião só é válido para quem está hospedado no complexo, pois os quartos estão virados para as atrações.


IMG_2900
Entrada tanto do hotel como do complexo.

IMG_2894
Avisando onde é o complexo.

DIA 02

Dia reservado para parque! Como seria meu único parque, optei em ir ao Universal Studios, pois é o parque mais "adulto" de toda Orlando, com atrações mais radicais.

IMG_2919
Karine e eu numa foto mais clichê, impossível!

Chegamos próximo das 11h e o parque estava muito cheio! O que era de se esperar.. Páscoa , Spring Break americano e etc... Mas acho que tive o plano de ataque certo. Como comprei o ticket para visitar os dois parques da Universal no mesmo dia (155 dólares), iniciamos pelo Universal e depois seguimos para o Islands of Adventure. A lógica é simples: a atração principal, o mundo do Harry Potter, é sempre a mais procurada por aqueles que acabam de chegar. Agora, a ligação de um parque ao outro é pelo Expresso Hogwarts, que liga a nova área, Beco Diagonal, para a Hogsmesde, localizado no Islands of Adventure.

IMG_2942
Galera correndo pra pegar o trem!

O beco diagonal é sensacional!

IMG_2929
Beco Diagonal.

É nele que está o famoso banco bruxo, Gringotes. No Gringotes há uma montanha russa interativa que simula uma fuga dentro do próprio banco. Sem duvidas, uma montanha russa moderna e em 3D! É daqueles brinquedos que voltaria muitas vezes!!! Bacana demais! :} E ainda no beco diagonal, há um dragão que de tempos em tempos lança fogo em direção ao público! Então, almoçamos e pegamos o trem até o outro parque! Para os fãs da série, um êxtase único! Já estando no Islands, fizemos a área de Hogsmesde, incluído o castelo e fui na montanha russa do HP. Depois, fui seco em direção à montanha russa do Huck, MAS estava fechada para manutenção e só voltaria no meio do ano =[. E ainda fui a torre em queda libre do Doctor Doom e como já era noite, tive uma vista bacana do parque!

IMG_2969
A noite fica mais bacana!
IMG_2902
Entrada do estacionamento e seus preços.
IMG_2906
Não esqueça de marcar bem onde deixou o carro. O estacionamento é enorme!
IMG_2944
Não esqueça tuas malas! 
IMG_2945
Hogsmeade.

Vantagem de estar em um feriado é que o parque fechava as 22h, ao contrario das 20h em dias normais. Isso não se restringia a somente os parques da Universal, mas todo complexo Disney, Já estava escurecendo, então decidimos ir conhecer a Disney Springs, novo nome para o famoso Downtown Disney. Eu, particularmente preferia o nome antigo, mas entendi a mudança do nome momentos depois. Antes, o complexo era simples, mais compacto e já tinha variedade de restaurantes e poucas lojas fora da marca Disney. Agora, existe um estacionamento enorme e coberto, com 4 ou 5 pavimentos e o complexo agora está gigantesco! E ainda estão ampliando! Eu particularmente não gostei dessa mudança, pois preferia como era antes, mais simples. Pode ser também pelo parque estar extremamente cheio, dando aquela sensação de estar apertado demais, tirou um pouco do brilho que antes existia. Agora, pra quem nunca esteve lá, tudo foi uma novidade. Depois percebi que a Disney optou em criar um área extremamente comercial, pois agora há lojas de marcas vendendo tudo que você imagina. Ah, não esqueça de comer o famoso picolé do Mickey! Melhor picolé ever!

IMG_2958
Melhor sanduíche! Franquias em todo país.
IMG_2959
Melhor sorvete.

DIA 03

Dia reservado para compras. Como todo roteiro de quem vai para Disney, visitar os famoso outlets é item obrigatório. E já adianto: não pense que um dia suficiente, pois são infinitas lojas, e para você achar peças que valem a pena, tem que garimpar. Comprar bem, exige tempo e paciência. Uma dica que dou é sempre procurar o setor de clearence , pois são os maiores descontos, chegado quase a 70%. Eu sempre vou nesses setores para comprar, ainda mais com dólar alto. Claro que também há peças fora do clearence que possuem preço razoável, mas sempre que ver um preço, passe para real e veja se está valendo a pena. Uma outra dica é adquirir via internet os cupons de desconto, ou adquirí-los direto no outlet. Porém, deixando para pegar na hora (no centro de informações da praça de alimentação) você paga 5 dólares.

IMG_2979
Outlet famosão.


Depois de toda loucura de compras, resolvemos passar na Apple Store que só tem em shopping. MAS, por ser feriado de Páscoa, estava fechado. Tentamos a Best Buy, porém também estava fechado. Resolvemos então conhecer uma nova atração na cidade: Orlando Eye. Para mim, uma atração totalmente must see em Orlando. A atração fica dentro de um complexo com mais 2 atrações: a franquia de museus Madame Tussauds e um aquário. Dentro do complexo, ainda há uma farmácia da rede Wallgreens e uma praça de alimentação. Você compra os tickets pelo número de atrações que vais assistir. Optei somente pelo Orlando Eye (gosto de deixar atrações para uma próxima visita) e fomos primeiro dar uma volta na parte externa para tirar algumas fotos. Na parte externa há um gramado artificial que garante um bom descanso!
@Orlando Eye: a atração inicial com um belíssimo e interessante apresentação, de aproximadamente 5 minutos, em 4D das atrações do estado da Flórida. Após, somos encaminhado para a fila de acesso à roda gigante. O que mais me chamou atenção, além da modernidade em toda atração, é o fato que eles não preenchem a cabine da roda gigante com a lotação máxima, mas sim com o número de pessoas que está em seu grupo, garantido privacidade. E mais: você pode passar anteriormente em um bar e comprar bebidas, como champanhe, para desfrutar os aproximados 25 minutos na atração em si. Dentro da cabine, há um visor um um tablet informado sobre todas as vistas possíveis enquanto você fica cada mais mais alto. No centro da cabine, há um banco redondo e no centro, um "pole dance" (hahahhaha). A experiência é muito bacana!!

IMG_2985
Tudo bem organizado.
IMG_2995
Jogo de luzes.
IMG_3005
Vista da avenida.


@Wallmart: como precisamos comprar água e algumas besteiras pata pegar estrada no dia seguinte, demos uma parada no famoso supermercado. E não é qualquer supermercado. Lá vende de tudo que você precisa. Como queria muito comprar meu iPad de uma vez, e estava triste por não ter conseguido comprar na Apple Store, foi mais um motivo para irmos. Enquanto comprava meu iPad, perguntei para um homem do caixa o horário que eles fechavam, pois já passava das 22h e ele me respondeu: Natal! Uma resposta sensacional para um estabelecimento 24h (ou quase, rs). Super indico o Wallmart para você comprar as famosas lembranças de viagem, como camisas, canetas, chaveiros, imãs e etc. Há também bons preços para malas e eletrônicos em geral, principalmente carregadores e baterias externas.


DIA 04


No último dia em Orlando, separamos a manhã para fazer as últimas compras. Fomos ao Ross Dress or Less, famosa loja conhecida por ser o outlet do outlet, possuindo o conceito "tudo junto e misturado" pois nada é separado por marcas, mas sim por tamanhos. Então numa mesma arara você encontra mesmo tamanho, porém modelos e marcas distintas. Após a correria no Ross, ainda tínhamos que passar na loja da Apple no Florida Mall. Após as manhã e inicio da tarde reservado as compras finais, estava na hora de irmos em direção a Miami… E, particularmente, estava empolgado pois dirigiria até MIA no carro alugado pelas meninas.. Então se você alugar um carro, é essencial que: a) compre o SunPass, sistema que te faz passar direto pelos pedágios e, também, faixas exclusivas até Miami, porém tome cuidado que quando entras numa faixa, na maioria das vezes não consegues mais sair, pois eles as dividem com as faixas normais com balizas. Falando em faixas, alguns trechos eu não conseguia nem contar quantas faixas eram.No mínimo 5! Além de ter faixas exclusivas para SunPass, há também faixas para carros com 2 ou mais ocupantes. Bacana, não? Primeiro mundo! b) GPS é obrigatório, ok? Ou compre um chip de uma operadora local (vendo no aeroporto mesmo, mas precisa apresentar o passaporte) e use o aplicativo MAPAS do seu celular (o Mapas do iOs foi projetado para melhor atender os EUA. Waze e Google Maps dão vários bugs OU contrate o GPS da própria locadora de carros.

Próximo destino: MIAMI!

IMG_3011
#Partiu Miami.



Comente aqui

Thiago Luiz

Thiago Luiz, 30 anos, servidor público na área de engenharia. Um apaixonado por cidades que ainda não esteve e pelas pessoas que ainda não conheceu!

Mundo Desbravo nas Redes

Facebook

Instagram

Direitos do Autor

Todo o blog MUNDO DESBRAVO está protegido por direitos de autor, exceto quando se indique expressamente o contrário.